Impressões: Batman Arkham Origins

     Hoje foi dia da Brasil Game Show 2013. Entre alguns demos que joguei, pude experimentar Batman Arkham Origins, e pelo pouco demonstrado optei pela compra do jogo. Após pouco mais de uma hora de gameplay, venho aqui postar minhas primeiras impressões.




Slade Wilson, o Exterminador

     Tenho que confessar que eu temia por este jogo. Ainda temo. Ele não foi desenvolvido pela Rocksteady, e sim pela Warner Bros. Games Montréal. Houve uma mudança no elenco de dubladores. Um modo online de Third Person Shooter foi criado em um jogo de super-herói (por minha parte só a existência de um modo online já é algo negativo, imagine um de tiro mata-mata).
     
     Mas por que eu temo?

     Batman Arkham Asylum foi o primeiro jogo que comprei nessa geração. Não só por isso; o jogo foi recebido com ótimas críticas da mídia especializada e dos fãs. Finalmente um jogo de super-herói foi bem feito, com uma história competente, situada com base nas hqs, mecânica de jogo intuitiva e inovadora. Uma obra de amor feita de fãs para fãs. E Batman Arkham City levou isso além.

     Mas desde que começaram os boatos de que voltariam na história, que seria situada na era de prata das hqs, de que o Superman estaria presente e jogável, a mudança de direção, de elenco, de visual, eu e muita gente ficou com o pé atrás.

     Tendo tudo isso em mente, vamos às impressões!
    
O Coringa retorna

    Como o nome sugere, o jogo volta às origens do Batman, e na história ele está em atividade por somente dois anos. Logo de cara alguns indagam se o Batman é real ou não, e vemos um jovem Gordon, não comissário ainda. O tutorial não trás nada demais, praticamente nenhuma novidade. O primeiro 'chefe' é o vilão Killer Croc. A batalha contra ele é similar à do Bane em Arkham Asylum. Logo vamos para a Bat-caverna, que ficou muito legal. Quando levados para a cidade, somos apresentados ao sistema de fast travel do jogo. Sim, a o mapa da cidade é grande, e me parece bem maior do que Arkham City.

     Os combos agora ganharam um sistema de pontuação, dando mais XP e avaliando quando eliminamos os inimigos de modo mais eficiente. Outra novidade é que podemos montar cenas de crime e analisar objetos, rebobinar no tempo se for necessário.

Blackmask
     Tirando isso tudo o que escrevi, o jogo se parece muito com os anteriores. O combate continua bem fluído e rápido, o mapa é de mundo aberto, podemos ir aonde quisermos, fazer missões ou side-quests na ordem que desejarmos. Do novo elenco, pude conferir apenas Roger Craig Smith, dublador do Ezio em Assassin's Creed e Chris em Resident Evil, que aparentemente fez um bom trabalho como Batman.

     Um ponto que eu não gostei foi da dublagem brasileira, mais precisamente o ator escalado como Batman, Ettore Zuim. Ele interpretou o Christian Bale na recente trilogia do Cavaleiro das Trevas. Aqui no jogo, no entanto, o timbre de voz dele não combinou, não parece o Batman.

     Os gráficos estão muito bonitos, as CGIs impecáveis. Mas a arte está diferente, percebemos pelo Batman em si, muito bombado e com um visual que remete ao da trilogia de filmes recentes. Dos vilões, o Killer Croc e Bane também estão diferentes do que conhecíamos. Falando em vilões, esse jogo promete ir além de Arkham City: Blackmask contrata 8 assassinos para lidar com Batman, além dos já citados Bane e Killer Croc, temos Pistoleiro, Exterminador, Cobra Venenosa, Lady Shiva, Vagalume e Eletrocutor, e presença garantida do Coringa e Cobblepot, o Pinguim.

Visual que remete aos filmes recentes

     Minha conclusão: se o jogo manter o nível de história dos outros, na minha opinião ele será tão bom quanto!

     Não joguei o modo online. Nem penso em fazer isso tão cedo, é só um modo pra encher linguiça mesmo.

     Batman Arkham Origins é o terceiro game da grande séries de sucesso Batman Arkham e desta vez não foi desenvolvido pela Rocksteady, e sim pela Warner Bros. Games Montréal, a mesma responsável pela adaptação sem graça de Batman Arkham City Armored Edition para o Wii U. Está disponível para Playstation 3, Xbox 360, PC e Wii U.
     


     

     

CONTATO:

theplayerhood@gmail.com
© Copyright 2015 Playerhood. Designed by Bloggertheme9 | Distributed By Gooyaabi Templates.