Coluna de férias #04


Joguei, joguei, joguei e finalmente terminei Assassin’s Creed IV: Black Flag. Foi a melhor experiência que tive em um jogo da franquia!
O melhor do jogo! Os navios lendários
Na verdade, demorei muito para terminar, fiquei enrolando para não acabar logo. Conquistei todos os fortes navais, saqueei muitos navios alheios para conseguir matérias primas como madeira, metal e tecido e saqueei muitos lotes de venda, como açúcar e rum. Visitei todos os navios submersos atrás dos planos de elite para os upgrades do meu navio, o Gralha. Falando no navio, fiz todos os upgrades e meu navio se tornou uma fortaleza sobre as águas! Uma máquina de afundar outros navios. Mas logo chegou o momento que não poderia mais adiar a história, e finalmente joguei até o final. Devo dizer que a história me agradou muito!  Acho que tanto ela como o Edward Kenway, personagem principal, evoluíram muito bem, muito naturalmente. E a cena pós-créditos é uma cena que todos que jogaram o jogo anterior estavam esperando.


Ugh, nunca mais quero jogar isso

Mas valeu a pena sofrer o multi!
A história moderna também me agradou. Talvez porque não esperava muito dela. O final foi praticamente como sempre: acontece algo que você não esperava e a continuação só no próximo jogo (também chamado de cliffhanger). Como gostei muito do jogo, depois do fim fui atrás do resto dos troféus do jogo. Achei todas as estrelas maias, abri todas as tavernas, visitei todos os lugares disponíveis do jogo, completei todas as sequencias de memória com os objetivos opcionais. Também fui enfrentar os navios lendários que existem no jogo, e cara, percebi que ante a esses navios, eu parecia uma criança. Eles são fortes demais! As batalhas são emocionantes, e essa é a única parte do jogo que é realmente difícil, mesmo com o Gralha totalmente equipado. Aqui o jogo realmente brilhou, na minha opinião. Pena que foram só 4 navios.
E fiz tudo isso intercalado ao multiplayer. Sempre joguei 20 minutinhos por dia, só por causa de um troféus que exige que você chegue ao nível 55. Que saco. Muito tediante! Não sei como tem jogadores que gostam tanto de jogar esses modos, realmente não vejo graça, só joguei mesmo porque gostei do jogo e queria a platina.

lol tem que estar muito bem preparado!

E a Aveline?

Joguei mais um pouco do ACIII: Liberation e realmente não dá, o jogo é chato demais!  Desisti de vez dele. E eu acho que a franquia chegou em um impasse: quero só ver como vai ser o próximo jogo, pois a pirataria e navegação pelos oceanos salvaram o IV; se o próximo não tiver nada que o afaste dos demais, será um jogo monótono, e talvez nem se a história for boa isso salve o jogo.
E eu realmente falo isso sério, pois no PS3 temos um DLC com a Aveline, e eu o joguei depois de terminar ambas as campanhas do jogo. E é ruim demais! História sem aprofundamento, jogabilidade enjoativa e personagens fracos. E não tem nem troféus para te animar a jogar! Depois de terminar esse DLC, imagino se o mal é com a franquia ou com a personagem Aveline, pois todo jogo com ela é um saco. 




Também aproveitei e terminei o Brothers: A Tale of Two Sons. Que jogo, que história! O game design desse jogo é lindo. A história traz o conto de dois irmãos que perderam a mãe, e de repente o pai deles fica doente, e o único para salvá-lo eles tem que partir em uma jornada atrás de uma árvore mágica. Você controla os dois irmãos ao mesmo tempo e não, você não ficará muito confuso, pois como eu disse, o game design é lindo. Tudo pode parecer complicado, mas tudo é de uma simplicidade gratificante! Além dos puzzles serem de uma dificuldade na medida certa, a língua falada pelos irmãos não é nenhuma conhecida por nós; e mesmo assim você entende tudo o que eles estão dizendo e/ou passando. Em uma época cheia de jogos com roteiros rasos que não te passam nenhuma emoção, Brothers (um jogo indie) chega para chutar a bunda de muitos jogos AAA. Eu recomendo que você jogue, mas jogue só, pois lá pro final da aventura as coisas começam a ficar bem emocionantes, e não me culpe se você derramar algumas lágrimas masculinas o jogando. 

sniff

CONTATO:

theplayerhood@gmail.com
© Copyright 2015 Playerhood. Designed by Bloggertheme9 | Distributed By Gooyaabi Templates.